Gaúchos vão a Florianópolis conhecer modelo sanitário de SC e PR

21 ago Gaúchos vão a Florianópolis conhecer modelo sanitário de SC e PR

Aliança LácteaComitiva que inclui o diretor do Instituto Gaúcho do Leite (IGL), Ernesto Krug, e os deputados Gabriel Souza (PMDB), Zilá Breitenbach (PSDB) e Sérgio Turra (PP), e o secretário da Agricultura, Ernani Polo, foi a Florianópolis (SC), nesta semana, conhecer o modelo sanitário adotado por Santa Catarina e Paraná, em reunião da Aliança Láctea. No encontro, os três secretários da Agricultura apresentaram a sua visão da cadeia láctea em seus estados. Por Santa Catarina, falou o secretário Moacir Sopelsa, enquanto que, pelo Paraná, Norberto Ortigara.

De forma mais ampla, o secretário Ernani Polo ressaltou a importância da produção de leite para a economia da região, e também a sua importante função social, já que na maioria das vezes são famílias que tocam esses empreendimentos e dependem disso para viver. “Hoje, se somarmos a produção dos três estados, são cerca de 300 mil famílias que vivem da produção de leite”, ressaltou. Essa foi a última reunião da Aliança Láctea Sul sob o comando do Paraná. Durante a Expointer, será feita a transmissão para Santa Catarina.

De acordo com Krug, enquanto a fiscalização fica por conta do poder público, a inspeção cabe à iniciativa privada. E, na sua avaliação, o modelo tem dado certo, pois desburocratiza os processos. Santa Catarina é o único estado brasileiro que é livre de aftosa sem vacinação. A contratação dos profissionais é feita por empresas credenciadas – hoje são 11 – que realizam o serviço, cobrando por hora trabalhada – de R$ 50 a R$ 100.

Depois de conhecerem de perto o sistema implantado em Santa Catarina, deputados da Comissão de Agricultura devem montar proposta para projeto-piloto que permita a contratação de médicos veterinários privados para trabalhar na inspeção de indústrias submetidas à fiscalização estadual. Hoje, o serviço que verifica condições higiênico-sanitárias da produção é responsabilidade pública, na figura dos fiscais agropecuários.

Fonte: Zero Hora e Seap

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.